Ponte sobre o rio Teles Pires cai com excesso de chuvas nos últimos meses em Trivelato

0

A ponte sobre o rio Teles Pires caiu com excesso de chuvas nos últimos meses, na região medio norte, ela interliga o Município de Santa Rita do Trivelato e o Distrito de Boa Esperança e foi entregue no dia 17 de outubro de 2018.

Segundo as informações colhidas pelo site Medio Norte Noticias, deste sua entrega a ponte apresentou alguns defeitos, ficando parcialmente torcida para um lado. A mesma encontrava interditada, pois a terra de uma das cabeceiras havia sido levado embora com as chuvas.

Procurado por nossa reportagem, o Secretário de Administração Luciano Poleto, disse “Que aguardam o rio baixar para verificar o que causou de fato, apurar direito para depois tomar as medidas necessárias, mas se for necessário, o município pretende apoiar a associação na construção de uma nova ponte”.

A ponte foi construída por uma associação da MT-140, e beneficia o escoamento da safra. A secretaria de saúde do município de Santa Rita do Trivelato, utiliza a mesma para prestar assistência médica a toda população trivelatense. O trajeto entre o Município de Santa Rita do Trivelato e o distrito de Boa Esperança diminuiu de 60 km para aproximadamente 37 km com a conclusão da ponte.

Região

Müller Santos (meteorologista do Coclimet – Centro-Oeste Climatologia e Meteorologia), disse ao nosso portal que os volumes expressivos de chuvas em diversas cidades do Mato Grosso nesta terça-feira , sobretudo nas regiões Sudoeste, Centro-Sul, Sudeste e Médio-Norte, onde localiza-se Nova Mutum, resultam da presença de cavados de onda curta em médios e altos níveis da troposfera, aliados a convergência de umidade em baixos níveis e a termodinâmica (calor e umidade do ar em superfície).

Foto por Portal Campo Novo

Estes padrões favorecem a formação de muitas nuvens de chuvas, como visto ao longo do dia. Cabe destacar o volume de chuva registrado em Campo Novo dos Parecis, com 163 mm entre as 23:00 de ontem e 18:00 de hoje, conforme dados da estação meteorológica Instituto Nacional de Meteorologia. Concluiu Müller Santos.

Devido as chuvas intensas que ocorrem desde o início da manhã de hoje (19/02) na região de Nortelândia e Diamantino (Mato Grosso), um trecho da estrada que liga os municípios ficou totalmente alagado, impossibilitando o tráfego de veículos. Fotos por Ney Botelho.

Em Arenápolis foi registrado 121 mm de chuva, entre o final da madrugada e tarde de hoje (19/02), causa enchente repentina do rio Areia e, consequentemente, desmoronamento da cabeceira de uma das pontes do perímetro urbano da cidade, na saída para o município de Nortelândia. Vídeo: Notícias de Arenápolis e Região.

Enchente do rio Santana preocupa moradores da região de Nortelândia. Em um vídeo gravado sobre a ponte no interior do município, impressiona a proximidade e velocidade do curso d’ água. Na cidade vizinha, Arenápolis, também houve enchente repentina do rio Areia após expressivos 121 mm (CEMADEN) de chuva entre o final da madrugada e tarde de hoje (19/02). Vídeo: Notícias de Arenápolis e Região.

Um bueiro se rompeu após as chuvas fortes na BR-070 na região de Primavera do Leste (MT), entre a localidade de Paredão e a sede do município. Com o rompimento, parte da pista desmoronou. A região foi sinalizada e a rodovia está parcialmente interditada. Fotos: Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso/Divulgação.

Na região noroeste de Mato Grosso, diversos trechos da MT-174 apresenta interdição desde o último sábado (16/02), além das estradas rurais de municípios da região. Na foto, motorista enfrenta dificuldades em trafegar na estrada entre Castanheira e Colniza após transbordamento de um córrego.

Nos próximos dias, as chuvas continuarão frequentes e volumosas na região. Sem as devidas manutenções de governos, a população corre risco de isolamento.

Foto por Juína News

Redação com informações  Coclimet

DEIXE SEU COMENTÁRIO